Secretário nacional de Alto Rendimento, Rogério Sampaio, deixa o Ministério do Esporte

Sob a sua gestão, foram realizadas importantes ações em direção à modernização da governança do esporte brasileiro

Por Assessoria de Comunicação do Ministério do Esporte

O secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento, Rogério Sampaio, entregou nesta quarta-feira (25.04) seu pedido de demissão ao ministro do Esporte, Leandro Cruz, por motivos pessoais. Ele agradeceu a oportunidade por ter trabalhado em duas secretarias do ministério – antes foi secretário nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) – e destacou os avanços alcançados pelo esporte brasileiro nos últimos dois anos.

Convidado pelo então ministro Leonardo Picciani, Sampaio assumiu o comando da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) em julho de 2016, pouco antes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. À frente da ABCD, conduziu a criação do Tribunal de Justiça Antidopagem, a volta à conformidade do Brasil junto à Agência Mundial Antidoping (WADA) e o início dos testes fora de competição no futebol brasileiro.

Um ano depois de chegar ao ministério, Sampaio assumiu a função de secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento. Sob a sua gestão, foram realizadas importantes ações em direção à modernização da governança do esporte brasileiro, como a ampliação da participação dos atletas no processo decisório das entidades esportivas. Também presidiu comissão formada no Conselho Nacional do Esporte (CNE) que discutiu o Plano Nacional do Desporto, enviado pelo ministro Leonardo Picciani ao Congresso Nacional.

O ministro Leandro Cruz lembrou a trajetória de Rogério Sampaio como judoca campeão olímpico nos Jogos de Barcelona 1992 e elogiou sua atuação no Ministério do Esporte: “Como secretário nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, tive o prazer de ser colega de Rogério no ministério. Ele conta com o respeito de toda a comunidade esportiva e realizou um ótimo trabalho. Desejo a ele muita sorte nos novos desafios”.