Treinamento da Paracanoagem visando calendário internacional

Equipe brasileira esteve concentrada no Centro de Treinamento Paralímpico sete dias buscando aprimoramento para as disputas das Copas do Mundo e Mundial de Paracanoagem.

Os canoístas brasileiros Caio Ribeiro, Luis Carlos Cardoso, Debora Benevides, Igor Tofallini e Fernando Rufino estiveram recentemente concentrados durante sete dias no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo (SP), para realizar avaliações e buscando o aperfeiçoamento técnico para a série de desafios internacionais que a equipe enfrenta nos próximos meses com as etapas da Copa do Mundo e o Campeonato Mundial de Paracanoagem, marcado para fim de agosto em Portugal.

Para o supervisor da modalidade na Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), Leonardo Maiola, o período de concentração em São Paulo foi fundamental na preparação da equipe em busca de novas medalhas em 2018.

“A semana de trabalho foi muito proveitosa para as avaliações físicas dos atletas. A partir disso, nós poderemos auxiliá-los na condução da melhor periodização (planejamento) do treinamento podendo monitorá-los até a próxima concentração, que acontecerá entre os dias 4 e 10 de junho, no mesmo local”, explicou Maiola.

Paracanoagem Brasileira rumo à Copa do Mundo e Mundial

Medalhistas no último Mundial, Caio Ribeiro (bronze também no Rio 2016) e Luis Carlos Cardoso, partiram neste fim de semana rumo à Hungria onde disputam, em Szeged, a 1a. Etapa da Copa do Mundo de Paracanoagem entre dos dias 18 e 20 deste mês. Acompanham a equipe nessa primeira etapa da viagem o técnico Akos Angyal e posteriormente Leonardo Maiola.

“Iremos competir em duas categorias (Va’a e Caiaque) e pretendemos trazer o que Caio?”, perguntou Luis Carlos. “Pretendemos trazer quatro douradinhas para o Brasil”, respondeu Caio Ribeiro em vídeo publicado nas redes sociais antes do embarque para a Europa.

No último Mundial, disputado em 2017, na República Tcheca, Luis Carlos trouxe duas medalhas (ouro no VL1 e bronze no KL1), mesmo número que Caio Ribeiro com pratas no VL3 e KL3.