Assembleia Anual da Canoagem Brasileira aconteceu na última sexta feira (13)

Envolvimento do Colegiado de Atletas e alterações estatutárias são alguns dos destaques das discussões que aconteceram hoje em Curitiba.

Aconteceu nesta sexta-feira (13), em Curitiba (PR), as Assembleias Ordinária e Extraordinária da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) e Academia Brasileira de Canoagem (ABraCan) com a presença da Diretoria Executiva, Comissão de Atletas, colaboradores, presidentes de federações estaduais, além de representantes de clube e associações de canoagem de todo o país.

Quem abriu o ciclo de palestras de Assembleia Ordinária foi o presidente da CBCa, João Tomasini Schwertner, que apresentou o relatório das atividades da entidade, falou sobre as relações com patrocinadores e apoiadores, e discutiu os principais assuntos referentes à Canoagem Brasileira no ano de 2017/18. Após Tomasini, foi apresentado ao Conselho Fiscal o balanço contábil da entidade e seu parecer positivo da auditoria que foi aprovado por unanimidade pela Assembleia. Ainda sobre o assunto financeiro foi discutido e aprovado o orçamento para 2018.

Logo após aconteceram as apresentações do Comissão de Atletas, além dos relatórios do Departamentos Técnico, de Comunicação, de Projetos, de Eventos, e também dos Comitês de Canoagem Velocidade, de Canoagem Slalom, Paracanoagem e modalidades não-olímpicas. Os presidentes de federações estaduais também mostraram seus resultados atingidos regionalmente.

Segundo Michel de Carli, presidente do Comissão de Atletas, atualmente cada membro da Comissão também integra os comitês de cada modalidade, fator que facilita ainda mais a integração dos atletas nas decisões e aprimoramento do esporte. “Os atletas têm nos dado importantes feedbacks em relação ao que podemos melhorar ainda mais. Em breve, também, iremos publicar o regimento interno da Comissão, documento que deixará ainda mais claro nosso papel nas decisões da Canoagem Brasileira”, destacou.

Finalizando as discussões da CBCa o presidente Tomasini voltou à mesa abrindo a Assembleia Extraordinária da entidade para as discussões das alterações estatutárias. Entre as principais mudanças a oficialização dos nove membros da Comissão de Atletas e Entidades de Prática agora como membros com direito a voto na Assembleia Geral, e a inédita formação e inclusão do Conselho de Administração como poder da entidade trabalhando na definição da estratégia e boas práticas de governança.

“Abrimos ainda mais espaço em nosso Colegiado Eleitoral que é composto por federações, entidades de prática e Comissão Atletas, além agora de mais três técnicos e dois árbitros. Isso torna o processo eleitoral ainda mais democrático”, argumentou Tomasini.

ABraCan

No fim da tarde também aconteceu a assembleia da Academia Brasileira de Canoagem (ABraCan), no qual o presidente Rubens Pompeu apresentou o relatório de atividades da entidade, balanço contábil e parecer do Conselho Fiscal, aprovação orçamentária de 2018 e assuntos gerias. Após essas discussões foi aberta a Assembleia Extraordinária da ABraCan para argumentação das alterações estatutária.